página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


Acid. Trabalho - Funcionário morre após ser atingido por parte de cilindro


10/10/19

 Outro trabalhador que estava do lado da peça que trincou, nada sofreu

 
O rompimento de um cilindro de aço com cerca de 15 toneladas causou a morte de um trabalhador de 30 anos de idade, no setor de Acabamento da Fundição da Dedini S/A Indústrias de Base, nesta terça-feira (8). A perícia e a análise técnica da peça serão realizadas pela empresa, pela Polícia Civil, e acompanhadas pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba. A peça, um cilindro para moenda de usina de cana-de-açúcar, é produzida pela Dedini há 100 anos.
 
"Nunca vimos uma peça como aquela romper da forma que aconteceu. Vamos chegar a uma explicação técnica com a investigação, mas é algo inédito, difícil de explicar", disseram Alessandro José Nunes da Silva, técnico de Segurança no Trabalho do Cerest Piracicaba e Wagner da Silveira, o Juca, presidente do Sindicato.
 
Segundo eles, o cilindro trincou de um lado e, do outro, lançou um pedaço a uma distância de cerca de dois metros, atingindo o trabalhador que, na hora do acidente, estaria a um metro do cilindro. Outro trabalhador que estava do lado da peça que trincou, nada sofreu.
 
"O pedaço da peça que caiu sobre o trabalhador deve pesar cerca de duas toneladas. É como se a peça tivesse explodido, mas até isso é difícil de acreditar. Segundo apuramos, esse cilindro foi produzido na última sexta-feira (4), ficou resfriando no final de semana, foi transportado para a área do Acabamento e estava sendo manuseado pelos trabalhadores para ir para a Usinagem, onde recebe ranhuras para ser finalizado. Por enquanto, a área da Produção dessa peça ficará interditada até que possamos avaliar se há segurança para os trabalhadores continuarem a produção", explicaram Juca e Silva.
 
Um funcionário lamentou a morte do colega. "Toda segunda-feira a gente tem uma conversa sobre Segurança no Trabalho e tivemos nesta terça-feira. Foi uma fatalidade", disse o trabalhador, que preferiu não se identificar.
 
De acordo com Juca, a atividade na Dedini é considerada perigosa e por esse motivo há reuniões frequentes com os trabalhadores e com acompanhamento do Sindicato. "Mesmo com pouco acidente de trabalho registrado, quando ele ocorre em uma empresa com esse grau de atividade, geralmente é fatal", explicou.
 
Em nota, a Dedini informou que "o empregado recebeu os primeiros atendimentos ainda no local pela equipe do Samu, mas não resistiu e veio a falecer. As causas do acidente estão sendo investigadas. A Dedini lamenta profundamente o ocorrido e informa que está dando toda assistência aos familiares".
 


Fonte: Gazeta de Piracicaba


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos













     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /