página inicial   |    quem somos   |    como pesquisar   |    anuncie   |    fale conosco
     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News
PESQUISA RÁPIDA:
produto ou serviço:


EPI - Prefeitura entrega kits de segurança para catadores


21/01/11

Outra medida de segurança esperada pelos catadores é quanto ao descarte de vidros quebrados e de outros materiais que possam ferir e cortar os catadores, no meio do lixo das residências.
 
A prefeitura de Porto Velho, através da secretaria municipal de Desenvolvimento Sócioeconômico e Turismo (Semdestur), entregou 100 kits de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Cada kit contém boné, máscara, luvas, camiseta, calça, jaleco de couro, óculos, bota e protetor de ouvidos. O secretário municipal da Semdestur, José Gadelha, fez a entrega simbólica para alguns catadores que pertencem a Cooperativa Catanorte, composta por 250 famílias que vivem na Vila Princesa.

Gadelha explicou aos catadores sobre a importância dos kits, e que “o prefeito Roberto Sobrinho mais uma vez mostra que apóia e se preocupa com as famílias que trabalham na coleta de material reciclado. Estes kits são contrapartidas da prefeitura pelo convênio firmado com a Fundação do Banco do Brasil (FBB), que construiu e equipou este galpão”, disse.

Para o presidente da Cooperativa, Toni dos Santos, “é muito importante estes kits, pois trabalhamos diretamente no lixo que vem da cidade e há muito material cortante, principalmente vidros e metais. Com as botas e as luvas estaremos mais seguros. Quero aproveitar a oportunidade e pedir à população que antes de descartar o lixo de casa, que faça uma separação do lixo orgânico, conhecido por lixo úmido, do lixo reciclável, ou seco. Isto nos ajudaria muito a termos mais qualidade de material para a reciclagem e mais segurança”, destacou Toni.

Outra medida de segurança esperada pelos catadores é quanto ao descarte de vidros quebrados e de outros materiais que possam ferir e cortar os catadores, no meio do lixo das residências. Eles pedem que este tipo de material seja entregue separado do lixo comum. A entrega dos kits foi realizada na tarde desta terça-feira, 28, no galpão da Cooperativa, no lixão municipal. A distribuição individual será feita pela direção da Cooperativa.

Produção

De acordo com os dados apresentados pelo presidente da Catanorte, a produção atual gira na seleção de plásticos PET, utilizados na fabricação de garrafas de refrigerantes; PAD, mais aplicados na produção de vasilhames de águas sanitárias e produtos químicos; sacolas plásticas, chamadas de filme; papelão e papel. Por mês são retirados do lixão 6 caminhões cheios com estes materiais. Mensalmente são produzidas 50 toneladas de PET, este material é vendido para o estado de Santa Catarina; o PAD são 15 mil quilos; o filme mais 30 mil quilos, ambos vendidos para o município de Ji Paraná, o papelão, 15 mil quilos e o papel, mais 10 mil quilos, estes são vendidos em Porto Velho.

Para estes resultados são utilizados quatro prensas hidráulicas, uma balança e uma empilhadeira, “antes do prefeito Roberto Sobrinho, não tínhamos controle desta produção e estávamos nas mãos de atravessadores. Agora, sabemos quanto produzimos, fazemos o nosso próprio negócio e estamos expandindo nossas possibilidades”, apontou Toni.


Fonte: rondoniadinamica.com


Envie essa notícia para um Amigo


Seu Nome:

Seu E-mail:

Nome do Amigo:

E-mail do Amigo:

Mensagem:




Pesquisar Cursos






Artigos
16/09 - Porque eu vou votar no Marquinhos do SINTESP - 4557

» saiba mais

» ver todos os artigos







     Agenda:      Feiras    /    Cursos Presenciais    /    Eventos                                                                                     Receba o Viaseg News


Área do Anunciante                     Maquinas Industriais   /   Br Websites Desenvolvimento de Sites   /   Br Domínio Hospedagem de Sites   /   .